SEO para WordPress

SEO para WordPress

Você tem um blog WordPress ou um e-Commerce no WooCommerce? Então esse artigo é para você. Vou apresentar algumas métricas de SEO para WordPress que podem aumentar o número de acessos nas suas páginas.

Com as estratégias de marketing certas, se torna mais fácil encontrar seus conteúdos por meio da busca orgânica, além disso, pode tirar melhor proveito dos seus investimentos no Google Adwords.

Todas as configurações são feitas gratuitamente por meio de um único plugin o Yoast SEO. Falarei mais dele e como baixar no decorrer do post.

Bem, para começarmos, preciso fazer apenas uma consideração. As boas práticas de SEO para WordPress serão dividas em duas categorias On Site e On Page e analisadas separadamente.

SEO para WordPress On Site

Nome do domínio e descrição

Os cuidados para aparecer em mais resultados orgânicos e em uma posição melhor, começam pela escolha do nome do domínio.

Pode não parecer muita coisa, mas a escolha de um nome que tenha a ver com o seu produto ou palavra-chave pode ser essencial para o futuro SEO do seu site.

O nome de um domínio pode não ser relacionado ao produto, isso não é problema. Mas se compararmos os resultados com outro site que tenha a palavra-chave como nome, esse terá mais chances de aparecer primeiro nos resultados dos buscadores.

TLD

O uso de TLDs como .com ou .com.br também interferem no SEO. Quando seu domínio é .com.br seu site será melhor ranqueado para pesquisas brasileiras. Se for apenas .com, ele estará em nível global.

Dependendo da área de atuação do seu negócio, isso pode ou não ajudar no ranqueamento do seu site. Por exemplo, se o seu produto não é voltado para o mercado externo, pode dispensar um domínio .com.

Mas se você pretende expandir o seu negócio e vender exterior, o mais recomendado é que use dois domínios ou mais, para garantir que o nome da sua empresa não seja usado por outras pessoas.

gTLD

Sabia que você pode escolher entre diversas outras opções de Domínios Superiores?

Os gTLDs possibilitam ter domínios do tipo seunegocio.pizza ou .blakfriday, entre outras.

Partindo do principio que o TLD .com.br é melhor ranqueado por ser mais segmentado, os gTLDs agem da mesma forma.

Segundo uma matéria da SEJ, Search Engine Journal, empresa dedicada a produzir notícias sobre pesquisas de SEO, foram realizados testes entre dois de seus domínios, 3caratdiamonds.com e 3carat.diamonds de 2014 a 2015.

Os testes foram realizados para analisar qual deles teria a melhor taxa de conversão.

Nada foi alterado, a não ser o nome dos domínios. Os resultados foram surpreendentes!

Em 1 ano e 3 meses, o domínio com o gTLD conseguiu estabilizar o número de conversões, com um aumento de 2% no fim do período. Enquanto que a TLD teve queda de 21%.

Saiba mais sobre gTLDs no vídeo abaixo:

Descrição do site

A descrição do site é tão importante para o SEO, quanto a das páginas. Procure usar a palavra-chave que você quer atingir em um contexto criativo e atrativo.

Você pode aproveitar o espaço para anunciar uma promoção ou algum lançamento. Assim quando seu site surgir na pesquisa de alguém, ele verá seu “anúncio” na descrição. Mas cuidado para não exagerar.

Para fazer sua descrição gerar resultados é preciso seguir algumas regras. No plugin Yoast SEO do WordPress o essencial estará bem claro na hora de produzir o texto.

Porém existem outras dicas que não estão presentes no plugin, irei listá-las para você agora:

  • Cuidado para não ser punido. Evite fazer uma descrição chamativa para algo que não tem em seu site, e nunca tente enganar os buscadores exagerando no número de palavras-chave, entre outras práticas de BlackHat;
  • A descrição deve ter em torno de 160 caracteres, que é o número que os buscadores mostram;
  • Não exagere demais na propaganda em sua meta description, afinal seu propósito deve ser informativo;
  • Teste sua meta tag, escolha uma e teste seu retorno, não deu certo? Mude! Continue tentando até achar a melhor para o seu negócio;
  • “Uma boa meta description é aquela que agrada o cliente”, pense nisso e você vai fazer ótimas descrições;
  • Faça o uso adequado de suas palavras-chave.

Seguindo esses passos e as instruções do plugin Yoast SEO seu site vai conseguir melhores posições nos buscadores.

Arquitetura de informação

Já falamos diversas vezes em nosso blog que quanto mais organizado for o site, maior é o tempo de permanência dos visitantes, assim como também o volume do tráfego. Esse detalhe também impacta muito na versão mobile.

A aceitação do público é essencial, mas você sabia que o Google também julga isso? Só que de uma maneira um pouco diferente.

O lado visual fica de lado, enquanto que toda estrutura é examinada. Aí está a importância das categorias e subcategorias.

Jogar todas as informações em uma única página não é recomendado, pois deixa o carregamento lento.

Home, blog, página de produto, contato, etc. O recomendado é dividir por categorias para que os Robots do Google encontrem as página mais facilmente.

Breadcrumps

Outra alternativa para facilitar a navegação tanto do usuário quanto dos Robots é usar Breadcrumps.

Breadcrump, traduzido literalmente como “Migalha de pão”, é o registro do trajeto que o visitante fez dentro do site.

É como a história de João e Maria que ao serem abandonados na floresta, Maria espalhou pelo caminho migalhas de pão para que não se perdessem.

Esse é o propósito do Breadcrump: evitar que os robots e usuários se percam em seu site.

O que também ajuda na localização das suas páginas por parte dos robots é o sitemap. Se você ficou interessado, dê uma olhada no conteúdo como criar um sitemap e sua importância e aprenda a configurar no WordPress, Magento ou no OpenCart.

Redirecionar 301

Se você pretende mudar a plataforma de seu site para o WordPress, mas quer manter a autoridade da página antiga, use o redirect 301 para redirecionar as pessoas para a página nova. Se preferir, peça ajuda do seu desenvolvedor para fazer a configuração.

O redirecionamento só será possível se você for o dono das duas páginas e se elas tiverem assuntos semelhantes.

Usar uma página mais popular, para levar público para outra, pouco conhecida e com um assunto totalmente diferente, vai gerar punições.

Além dos usuários antigos não gostarem disso, o Google possivelmente vai banir o seu site.

O redirect 301 deve ser usado para redirecionar domínios secundários para domínios originais, para permitir o acesso ao site com ou sem o WWW antes do domínio, entre outras táticas para evitar o que caracterizaria cópia de conteúdo.

Bem, essas foram algumas soluções de SEO para WordPress para serem usadas em seu site. Agora vou mostrar algumas estratégias para serem usadas nas suas páginas.

SEO para WordPress On Page

Palavras-chave On Page

O termo On Page pode significar o site inteiro, mas vamos considerar as alterações que devem ser feitas em cada página independentemente, levando em consideração o SEO para WordPress.

Sua palavra-chave pode aparecer em diversos lugares na sua página, tanto de forma visível para o usuário, quanto apenas para os Robots.

O uso apropriado delas vai fazer com que o seu conteúdo seja encontrado facilmente.

Alguns dos lugares onde a palavra-chave é essencial são:

Nos títulos dos posts

Se você escreve em seu blog há um bom tempo, já deve saber a importância de um bom título.

Ele deve ser chamativo para o visitante e conter as “benditas” palavras-chave para o ranqueamento.

Se você escreve apenas por escrever e não segue nenhuma métrica de SEO, está mais do que na hora de se preocupar com a busca orgânica em seus conteúdos.

Com o plugin Yoast SEO essa tarefa fica muito mais clara. Ele aponta o que é essencial para que o seu post ou página tenham melhor ranqueamento e legibilidade. Apontarei algumas de suas métricas no decorrer do post.

Com ele é possível alterar o título e a descrição do artigo para os visitantes e também para o Google.

Logo no início do editor de post, na primeira caixa de texto, é onde você deve escrever o título que os visitantes irão ver na página.

Quando você instala o Pugin Yoast SEO. No final do conteúdo terá mais opções para editar o título do seu texto.

Esse título irá aparecer nos navegadores, assim como a meta descrição e URL, que você também pode editar. Além de usar as palavras-chave, crie uma URL amigável, curta e compreensível.

No nome das Imagens

É uma das primeiras coisas que o Google avalia. O uso das palavras-chave em títulos de imagens e vídeos é mais um fator que pode aumentar o alcance de suas publicações e a sua posição nos buscadores.

Vamos supor que você venda celulares em seu e-Commerce. Agora falta adicionar as fotos de dois produtos.

A primeira imagem você deixa com o nome de origem, PIC_31264521. Mas a segunda foi renomeada para smartphone-motorola-moto-g-4-geracao-play-16gb-preto-dual-chip-4g-cam.-8mp-selfie-5mp.jpg.

Podemos concordar que o título da segunda imagem está bem detalhado e repleta de palavras-chave. Isso também conta para a coerência do conteúdo e diz para o Google, que tudo o que está na página tem a ver com o seu foco.

Esse título foi inspirado em um dos produtos do site da Magazine Luiza, um forte e-Commerce no varejo online.

Todos os seus títulos trazem as características do produto, como cor, marca, memória, etc. Quando um cliente busca por um produto específico, o seu resultado aparece de forma mais assertiva.

Atributo ALT

Em imagens e vídeos existe o atributo alt em seu código fonte. Ele vai mostrar do que se trata a imagem, caso ela não esteja aparecendo.

O Google também irá verificar o atributo, então preencha o campo com uma descrição curta da imagem usando a palavra-chave.

Yoast SEO para WordPress

Este é o plugin mais baixado para orientar em estratégias de SEO para WordPress.

Ele permite visualizar de forma clara e objetiva as necessidades de sua página para obter bons resultados nos buscadores, ajuda a evitar práticas negativas e possibilita que você altere códigos de programação de forma segura, sendo perfeito para a estruturação de posts.

Baixe Grátis

Como eu havia dito antes, ele apresenta ótimas métricas para otimizar as funções de SEO e legibilidade.

Essas são as principais:

SEO

  • Defina uma palavra-chave para sua página, se você não fizer isso, a pontuação não pode ser calculada.
  • Escreva no mínimo 300 palavras. Use conteúdo relevante.
  • Especifique alguma meta-description. Se não for definida, os mecanismos de busca vão mostrar trechos da página.
  • Use imagens no seu texto.
  • Evite títulos muito curtos. Crie uma chamada convincente para os visitantes e de preferência que tenha a palavra-chave.

Legibilidade (Redability)

  • Use subtítulos, isso facilita a leitura.
  • Fortaleça seu conteúdo. Pouco texto não permite uma boa análise.
  • Prefira frases curtas e objetivas, no máximo, cerca de 25% de suas frases podem ter mais do que 20 palavras.

Espero que esse post tenha sido útil para você e que ele te ajude a melhorar suas boas práticas de SEO para WordPress.

A propósito, se você realmente gostou deste conteúdo, peço que ajude mais pessoas a otimizarem o seu conteúdo, compartilhando esse artigo com seus amigos.

Caso tenha alguma dúvida sobre o assunto, por favor deixe seu comentário que terei o prazer de conversar com você a respeito.

Um grande abraço e até a próxima!

Presença Web
Próximo:

Website - aumente sua presença na web

Website - aumente sua presença na web